sexta-feira, 4 de setembro de 2015

RESQUÍCIOS

Cá dentro de mim
morou uma rosa,
morreu um cravo,
nasceu um jasmim.

Na minha lembrança,
um sorriso de criança,
deixou-me por herança
tênue fio de esperança.

Mas assim como tudo,
meu amor já teve fim,
por hoje, só a saudade
ainda se lembra de mim


GONÇALVES  VIANA

Nenhum comentário:

Postar um comentário